Primeira Gala Quinta Dona Sancha apresentou os novos vinhos do produtor do Dão

Marca aposta no crescimento da oferta de vinhos monovarietais, aos quais se junta um Clarete e novas colheitas, em perfeita harmonia com os ensinamentos do passado, mas de olhos postos no futuro com o enoturismo.

A Pousada de Viseu recebeu a “I Gala da Quinta Dona Sancha”. O evento, com a apresentação de Nuno Pereira, jornalista, assinalou o lançamento de novas referências monovarietais – Quinta Dona Sancha Cerceal-Branco 2020 e Quinta Dona Sancha Tinta Pinheira 2019, – e de reservas – Vinha da Avarenta Clarete 2021.

Fazem ainda parte das novidades desta Wine Collection – 2nd Editions, as colheitas de 2020 – Dona Sancha Tinto, Quinta Dona Sancha Encruzado, Vinha da Avarenta Branco e Tinto – e de 2021, com o Dona Sancha Branco e Rosé dentro do segmento base.

O evento contou com a presença de Mara Almeida, vereadora da Câmara de Viseu, de Paulo Nunes e Mafalda Perdigão da equipa de enologia, e de pessoas ilustres de reconhecimento público como Paulo Sousa, treinador de futebol; Cristina Möhler, empresária; Fernanda Serrano, atriz; Ana Filipa Nunes, jornalista; Felipe Pathé Duarte, investigador; entre outros.

Na intervenção em palco, Rui Parente, fundador da Quinta Dona Sancha, mencionou a importância da celebração do percurso e da partilha do momento com todos os que contribuem para o sucesso da marca, anunciando próximas edições desta Gala.

Para o responsável, o lançamento dos novos vinhos é o “culminar de um meticuloso período de trabalho e planeamento, no fundo, a concretização de uma de tantas metas que temos desenhadas desde o berço deste projeto, que se propõe a dignificar a região”, acrescenta, referindo-se ainda ao empreendimento na área do enoturismo.

A cerimónia iniciou com um welcome drink ao som de Joel Ferreira ao saxofone, com a prova de quatro vinhos – Dona Sancha Branco, Rosé e Tinto e Vinha da Avarenta Branco. No salão principal da Pousada de Viseu, seguiu-se um jantar harmonizado com os vinhos – o Encruzado combinou com sopa de peixe com riscado de ervas frescas e croutons, o Clarete ligou com o salmão braseado em cama de aipo, o Vinha da Avarenta Tinto e Tinta Pinheira acompanharam o supremo de frango com recheio de alheira e molho de alecrim e, por fim, a sobremesa de queijo da Serra da Estrela recriado em pudim regional harmonizou com o Cerceal-Branco.

Para abrilhantar a noite seguiu-se a atuação de Pedro Duvalle na guitarra e voz acompanhado por piano, e de Silvia Mitev, fadista. Os atores, em representação de Dona Sancha e Daganel, bem como retratos ao vivo com vinho e fotografia à antiga, foram algumas das atrações.

O projeto Quinta Dona Sancha nasce em 2018 e os seus vinhos contam já com a atribuição de várias distinções, nomeadamente, duas Medalhas de Ouro no XIII Concurso Melhores Vinhos do Dão, com o Encruzado 2020, e no Concurso Vinhos de Portugal 2022, com o Vinha da Avarenta Tinto 2019