Escola Superior Agrária de Viseu promove Escola de Verão de Agroecologia

Numa iniciativa da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viseu (ESAV) vai decorrer mais uma Escola de Verão de Agroecologia, desta vez em São Pedro do Sul e Nelas. Pretende-se com esta iniciativa ensinar a trabalhar a lã e o linho, desde a sua produção à transformação e utilização, através das mãos das guardiãs destas artes.

A Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viseu continua, assim, de mãos dadas com o território e com os seus atores.

“Em mais uma Escola de Verão de Agroecologia, desta vez em São Pedro do Sul e Nelas, pretendemos aprender a trabalhar a lã e o linho, desde a sua produção à transformação e utilização, através das mãos das verdadeiras guardiãs destas artes”, refere a ESAV.

Entre 19 a 22 de julho, entre saberes locais, música e jantares tradicionais, iremos partilhar resultados do projeto MAIs.Mulheres agricultoras em territórios do interior, numa experiência em que as capacitações provêm das mulheres agricultoras, e dos seus pares, que vivem nestes territórios.

Dia1 | 19 de julho | 15h30 às 22h | aldeia de Rompecilha

Ciclo do Linho, desde a semente ao produto final

Dia 2 | 20 de julho | 15h30 às 22h | aldeia de Covelinhas

Ciclo do Lã, desde o rebanho até o produto final 

Dia 3 | 21 de julho | 15h30 às 22h | freguesia de Nelas

Ciclo do Lã, desde o rebanho até o produto final 

Dia 4 | 22 de julho | 9h às 15h | freguesia de Vila Maior

Ciclos do Linho e da Lã, sua valorização, integração e articulação 

Convidamo-los a juntarem-se a nós num dos dias do evento, já que um dos nossos propósitos é valorizar e levar a voz destas mulheres mais longe.

Para participar os interessados devem preencher o link, https://forms.gle/ehKiYiwSb6goB8LG6, de modo a agilizar o número de participantes em cada dia.